Novo registo de tartaruga de Kemp

Tartaruga de Kemp no CRAM-QUma tartaruga de Kemp (Lepidochelys kempii) foi encontrada numa arte de pesca na madrugada de 7 de julho de 2015, ao largo da Figueira da Foz. Os pescadores prontamente recolheram a tartaruga e contactaram o CRAM-Q para a entrega do animal.

Esta tartaruga rara pesa 2,350Kg e mede 23 cm de comprimento de carapaça (33cm comprimento total) estando agora sob vigilância. Apresenta algumas lesões na carapaça e pele.

Este é o quarto registo da espécie em Portugal continental, sendo que os dois anteriores também ocorreram na zona da Figueira da Foz.

Agradece-se ao armador, mestre e pescadores da traineira “Gaivota do Mondego” que auxiliaram a tartaruga e contactaram o CRAM-Q para o seu resgate. O alerta e entrega destes animais permite auxiliar o animal e o registo de ocorrência de espécies. Este é o quarto registo da espécie em Portugal Continental e reforça a importância do alerta e entrega dos animais capturados acidentalmente em artes de pesca.

Tartaruga de Kemp no CRAM-QA tartaruga de Kemp é a mais pequena de todas as tartarugas marinhas. Em média um adulto mede entre 58 a 66cm de comprimento curvo de carapaça e pode pesar entre 32 a 40Kg. A maioria dos adultos desta espécie ocorre apenas nas águas do Golfo do México e na costa atlântica dos Estados Unidos da América. No entanto existem alguns registos (poucos) desta espécie nos Açores, Marrocos e no Mediterrâneo.

Esta espécie reproduz-se na zona do Golfo do México, sendo que cerca de 95% da nidificação mundial ocorre em apenas três praias do estado de Tamaulipas, no México. Existem também alguns registos de nidificação (em menor escala) desta espécie no estado do Texas, nos Estados Unidos da América.